quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Essa é a minha resposta...


Ninguém pode calar
Dentro em mim
Esta chama que não vai passar
É mais forte que eu
E não quero dela me afastar
Eu não posso explicar quando foi
E nem como ela veio
E só digo o que penso
Só faço o que gosto
E aquilo que creio
Se alguém não quiser entender
E falar pois que fale
Eu não vou me importar com a maldade
De quem nada sabe
E se a alguém interessa saber
Sou bem feliz assim
Muito mais do quem já falou
Ou vai falar de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário