quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Agora o braço não é mais o braço...



...erguido num grito de gol.
Agora o braço é uma linha, um traço,
um rastro espelhado e brilhante.
E todas as figuras são assim:
desenhos de luz, agrupamentos de pontos,
de partículas, um quadro de impulsos,
um processamento de sinais.
E assim - dizem - recontam a vida.
Agora retiram de mim a cobertura de carne,
escorrem todo o sangue, afinam os ossos
em fios luminosos e aí estou
pelo salão, pelas casas, pelas cidades,
parecido comigo.
Um rascunho,
uma forma nebulosa feita de luz e sombra
como uma estrela. Agora eu sou uma estrela.

Um longo Caminho...


Já vai fazer um ano.
Nossa como passou rápido, tanta coisa aconteceu...

Será que eu consegui cumprir minhas metas?
Ta certo, eu fui por atalhos... acabei de ferrando.

Mas eu estou voltando ao meu caminho...
Opa, apareceu um atalho! Devo seguir, Usando a desculpa que eu tenho que passar por tudo?
Ou focar no caminho que apenas está começando?

Eu sei, é um longo caminho... no começo pode parecer bonito, mais eu sei, que não é não!

Estou com medo, Confuso... São tantas coisas ao mesmo tempo!
Mas eu sempre me lembro de um trecho de uma música:

"Vou seguir os passos de Jeus... Se espinhos ferem os meus pés eu vou descansar nos braços de Jesus..."



Eu sei, é UM LONGO CAMINHO...